Receba as novidades:

literatura, livros, infantil

Dica de Livro: "Por Incrível que Pareça", de Julia Wundrach

O sofrimento romântico, sentimento inúmeras vezes exaltado nos livros e nos filmes, embeleza e valoriza seus relacionamentos amorosos. No entanto, nem mesmo na ficção esse sofrimento tem a ver com qualquer tipo de violência física ou moral. Na realidade, o amor não tem que fazer sofrer, não sujeita o outro a condições que o diminua em nenhum aspecto. Amor é apreço, é caminhar de mãos dadas e lado a lado, respeitando a individualidade e as preferências de cada um. Infelizmente, ainda hoje, há os que acreditam que amar é ter posse, o que significa poder fazer do outro o que quiser. Nessa aspecto, embora se tenha evoluído modestamente ao longo do tempo, a mulher permanece ainda em uma situação

Dica de Livro: "Nem te Conto!", de Mirna Micheli Nesi

Conto, segundo o dicionário Michaelis, é uma narrativa breve (...) que contém um só conflito e uma única unidade dramática, enfatizando mais a ação do que os personagens (daí o predomínio do diálogo em sua trama). O satirista Luciano de Samósata (120 d.C – 192 d.C.) é considerado o primeiro autor da história a escrever um conto. A nossa literatura, em especial, é bastante reconhecida por seus contos. Machado de Assis é o autor mais consagrado por esse tipo de narrativa, mas outros tantos nomes como Lygia Fagundes Telles, Monteiro Lobato e Rubem Fonseca figuram nesse mundo fantástico. Dentro deste contexto está o livro Nem te Conto!, de Mirna Micheli Nesi, editora Kelps. Trata-se de uma cole

Dica de Livro: "O Encantador de Livros", de Lucas de Sousa

Segundo o filósofo americano Henry David Thoreau, “muitos homens iniciaram uma nova era em sua vida a partir da leitura de um livro”. Fato é que a literatura tem esse imenso poder de transformação. Assim como toda arte, pode ser entendida como uma ferramenta magistral para despertar saberes, ressignificar realidades, salvar vidas... Pois, como disse nosso conterrâneo, o poeta Ferreira Gullar, “a arte existe porque a vida não basta”. E quem será capaz de refutar a importância da leitura para o desenvolvimento humano? Só mesmo quem nunca leu uma obra inspiradora como a de Anne Frank, a menina judia que escreveu seu diário enquanto se escondia no porão da casa de amigos, em uma vã tentativa de

Siga-me nas redes sociais:

  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest
  • Andreia Marques - Fanpage
  • Andreia Marques - Instagram
  • Andreia Marques - Pinterest


Política de Privacidade


Copyright © 2015-2020 Andreia Marques