Receba as novidades:

literatura, livros, infantil

Dica de Livro: "Você é Poema – Delícias do Cotidiano", de Cris Ávila

Onde podemos encontrar a poesia? Alguém responderia: “Nos livros, obviamente!” Claro, se esta for encarada apenas como gênero literário. Mas e a poesia que está presente aqui, ali, acolá? Aquela que passa despercebida ao nosso olhar aflito pela pressa diária? Falo da beleza oculta ao nosso redor, que salta apenas aos olhos mais atentos. Hoje, dizem daquele que aprecia uma flor: “É um sonhador!”, e daquela que se detém para ouvir o canto de um pássaro: “Mais uma desocupada!”. Diante desse cenário tão desanimador, estaríamos perdendo o apreço pela poesia? Alguns afirmam que sim e até se dizem satisfeitos com isso, afinal, é preciso ser realista. Em um mundo cada vez mais desumano, não há espaç

Dica de Livro: "Desconcertos", de Ricardo Tagliaferro

Bibliófilo, sujeito que lê com muita frequência*, não é uma figura difícil de ser encontrada. Pessoalmente, conheço alguns legítimos exemplares desta "categoria" e, eu mesma, poderia até ousar me enquadrar nesse rol, com minha modesta biblioteca de algumas centenas de livros e após ter lido outras centenas. O fato é que quanto mais lemos, mais críticos nos tornamos em relação à qualidade dos textos que chegam às nossas mãos. Com o tempo, acabamos, também, por desenvolver uma predileção por este ou aquele gênero, este ou aquele tipo de narrativa. E, embora eu aprecie, vez ou outra, uma leitura leve, na maioria das vezes prefiro os livros que me desestruturam, que são capazes de me retirar, me

Dica de livro: "Meus Escritos – Poesias de uma vida", de Evelyn Monique

“Fascina-me a ideia de dar vozes ao silêncio. Histórias precisam ser contadas e eu decidi contar a minha...” Catarse é uma palavra de origem grega (Katharsis) que significa limpeza. Acredita-se que esse termo foi cunhado pelo filósofo Aristóteles, na Grécia Antiga e, atualmente, é empregado nas mais diversas áreas humanas, como a medicina e a psicanálise, com o mesmo sentido de expurgação. Trata-se do estado em que conseguimos a libertação psíquica ou a superação de algum trauma através de um processo específico como a simples observação de uma manifestação artística. Aristóteles chegou a esse conceito analisando o público das famosas tragédias gregas, onde, segundo ele, a purificação da alm

Siga-me nas redes sociais:

  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest
  • Andreia Marques - Fanpage
  • Andreia Marques - Instagram
  • Andreia Marques - Pinterest


Política de Privacidade


Copyright © 2015-2020 Andreia Marques